Arquivo da tag: daniela mercury

Top Five: A atuação cada vez mais intensa de Zé de Abreu em “Joia Rara”

1- José de Abreu saiu de uma atuação intensa em “Avenida Brasil” para viver um novo vilão, agora às 18h. E, com Ernest, foi de um temido viláo a um homem humilhado, que vive ameaçado pelo ‘filho’. A cada cena é um novo espetáculo e o capítulo de hoje promete ainda mais! Detalhe: ele é tão bom que conseguiu deixar a gente com pena de Ernest!

2- Tata Werneck, grande atração do último “TV Xuxa”. Emocionada, deixou claro o quanto Xuxa foi importante em sua vida. Rara ocasião em que falou com seriedade.

3- Um casal que se declarou durante o “Encontro”, da semana passada. Situação absolutamente comum, entretanto, hoje em dia, com a raridade dos casos de amor que duram, emociona.

4- A participação de Daniela Mercury no “Luciana by Night”. Luciana deu muitos foras e a cantora fazia questão de sapatear.  O resultado ficou divertido.

5- Episódio da deliciosa sitcom “Mom” com a sequência de situaçãoes em que Christy se deu mal, muito mal. A cena da sopa foi hilária!

SBT terá novo programa de sexo. Se recordam do “ai que susto”?

O SBT vai estrear na próxima semana um novo programa comandado por Marília Gabriela.

Gabi Quase Proibida vai falar de… sexo.

Essa não é a primeira vez que a emissora aposta no formato.

Na década passada,  tentando pegar carona no sucesso de Sue Johanson na TV paga, a emissora estreou nas noites de domingo o Aprendendo Sobre Sexo com Carla Cecarello.

O programa teve curta duração, mas até hoje um momento do programa figura entre os videos mais vistos do Youtube. Isso aconteceu quando a apresentadora ensinou o público a fazer sexo anal. Procurem e.. “ai que susto!”.

E agora é a vez de Gabi retomar o assunto no SBT, no novo Quase Proibida.

“Há algum tempo eu já havia falado com a direção do SBT sobre o assunto. Repensando o programa de quarta, propus: ´Me deixa falar sobre sexo´. Principalmente porque é uma momento importante para se discutir esta questão, que é esse mistério. É o prazer na natureza humana. E a gente tem muito assunto para discutir neste tempo como sempre teve”.

“Tem os pós, tem os contras. E eu quero todo mundo aqui. Eu quero provocar uma discussão e colocar em pauta mesmo. Quero que esse assunto seja tratado com naturalidade. É uma pretensão, mas quem sabe eu consiga. Eu quero trazer, eventualmente, debates em determinados assuntos polêmicos, Quero trazer quem não faz sexo para entender o porquê, os que fazem muito. Quero passar pela indústria pornô, pelos transexuais, os virgens. Quero todo mundo aqui”

A atração estreia na próxima quarta e tem entre os primeiros convidados Ney Matogrosso, Daniela Mercury e Padre Beto.

Top Five: O melhor da semana na TV

1- A estreia de O Dentista Mascarado na noite de sexta. Ao menos no primeiro episódio, Fernanda Young e Alexandre Machado demonstraram que voltaram aos “bons tempos”. As últimas séries estavam abaixo do que eles sabem fazer.


2- A volta de A Grande Família. Incrível, incrível mesmo como um produto que está há tanto tempo no ar ainda consegue ser tão delicioso. Humor que sobrevive ao tempo!


3- A semana de Guerra dos Sexos, com o noivado de Nando, passando pelo “vira”, por Roberta soltinha na boate e terminando com Carolina encurralada. Da melhor qualidade!


4- Flor do Caribe está começando a chamar a atenção e teve capítulos interessantes nesta semana. Até Henri Castelli surpreendeu, na cena em que Cassiano conversava com o pai.


5- Mesmo sendo chamado de Video Show/Fantástico, destaque para o Jornal Nacional que abriu espaço para Daniela Mercury “saindo do armário”. É notícia, o principal assunto da semana. Parabéns para o jornalístico por repercutir o assunto e ampliar o debate!

Mais Daniela. Menos Joelma. Mais respeito.

Tempos atrás Joelma se envolveu em uma polêmica com um fã gay. Disse que sua religião era contra e os pais  dele ficariam felizes se ele mudasse. Algo assim.

Não teve boa repercussão, mas o caso foi abafado.

Uma assessoria de imprensa competente teria evitado que ela retomasse o assunto e vomitasse tanta abobrinha.

Sinceramente não gosto do tipo de “música” que ela faz e nem acho que seja uma grande cantora. Não chega nem perto disso.

Mas é um grupo de sucesso e que emprega muita gente.

As últimas declarações de Joelma sobre o que podemos chamar de “cura gay” fez com que muita gente se manifestasse contra. Gente “grande”.

Diante de tudo isso, nem um video da cantora tentando se justificar tem feito a situação se reverter a seu favor.

Prevejo menos shows, menos contratos, queda de vendas e poucas participações na televisão. Ao menos por agora.

Acho que ela perdeu uma grande oportunidade de ficar quieta. Pode ter seus conceitos e crenças, mas, quem não ajuda, não atrapalha.

Creio que pais bons são aqueles que, diferente do pensamento de Joelma, podem até discordar dos rumos que os filhos “escolheram” para a vida, os aconselhar. Mas ninguém tem o direito de se meter na vida alheia. Impor conceitos.

Tanta gente trabalhando em prol da causa e ela, que tem o poder da palavra, usa pra negatividade.

Curioso que, enquanto Joelma é detonada pelo que fez, Daniela Mercury surge assumindo namoro com uma mulher. Boato que tinha nascido no carnaval.

Ela sim, admirável. Corajosa. Arretada!

Daniela Mercury, cantora de verdade, saindo do armário, rende dois fatores positivos.

1- Reabre a discussão sobre o amor entre iguais, agora com a vantagem de um “até a Daniela é”

2- Estimula mais pessoas a fazerem o mesmo.

Lembrando que Daniela não é a primeira famosa a sair do armário. Ano passado, depois do sucesso em Avenida Brasil, José de Abreu se declarou bissexual.

Não adianta iniciar um ano novo, como sempre fazemos, desejando paz, se o que plantamos é discórdia.

Amar o próximo inclui respeito. Isso é bom e todo mundo gosta.

Clichê, mas um clichê que vem a calhar.

Uma boa coincidência televisiva

Semana passada abri um post pra tratar sobre o DVD Canibália, da Daniela Mercury, e lamentei que a mídia não lhe dava muito espaço nos últimos tempos – lamentei mais ainda o fato de ela não lançar mais canções bacanas, ou seja, um pouco é culpa dela.

Aí na madrugada de sábado para domingo o Altas Horas recebeu, além da diva da teledramaturgia nacional Regina Duarte, a própria Daniela Mercury. Fiquei feliz com essa coincidência, não sabia que ela estaria por ali quando escrevi o artigo.

No final das contas vi todo o programa e, bem, já tinha algum tempo que não via o AH. Continua único, um dos melhores no segmento auditório.

Bem variado, musical, convidados interessantes como o rapaz que fascinou com os patins e matérias que fazem diferença como a do pessoal que trabalha com arte nas ruas.

Sensacional!

Que delícia esse projeto da Daniela Mercury

Tenho sentido falta de Daniela Mercury. Já há algum tempo ela não produz uma música que chame a atenção da mídia, um sucesso. E eu gosto dessa cantora, desde que eu me conheço por gente faz parte da trilha sonora da minha vida.

Seja pelas músicas agitadas ou na transição que fez para a música popular brasileira. São poucos os que conseguem mandar bem em mais de um segmento e ela o faz com maestria.

Tudo isso pra dizer que assisti ao DVD Canibália, gravado em Copacabana na virada de 2010 pra 2011, ou seja, ainda novinho. É um achado.

Uma exaltação a cultura popular brasileira. Teve Carmem Miranda, Boi bumbá e, especialmente, elementos da cultura baiana.

E o fôlego de Daniela num show que, editado, dura quase duas horas? Impressionante, cantando, dançando e pulando o tempo todo!

Ah, e falando no outro lado de Daniela, senti falta de canções como Mutante, A Primeira Vista e Pensar em Você.

Só que é uma falta que foi compensada por diversas outras canções de sucesso da artista.

Eu super recomendo e super torço para que ela volte com músicas nas paradas. É uma grande cantora do Brasil!