O Brado Retumbante: Quem diria, uma grande comédia

Se eu fosse roteirista de O Brado Retumbante teria começado a minissérie pelo acidente de helicóptero e já colocando a bomba no colo de Paulo Ventura. Aí, além das diversas passagens de tempo, utilizaria flashbacks mostrando os conflitos de Ventura com a esposa e as vadiagens com a amante. Gosto Continue lendo